Nações Unidas saúdam acordo de paz no Quénia

28 fevereiro 2008

Presidente Mwai Kibaki e líder da oposição, Raila Odinga, acordaram criar um governo de coligação.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, saudou o acordo assinado entre o presidente queniano Mwai Kibaki e o líder da oposição do país, Raila Odinga, para pôr fim à crise que afecta o Quénia há mais de dois meses.

Os dois líderes chegaram a um compromisso que levará a um governo de coligação. O pacto prevê a criação do cargo de primeiro-ministro a ser ocupado por um líder da oposição.

Conversações

Ban elogiou o papel desempenhado no processo pelo ex-secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, que intermediou as conversações.

A crise no Quénia teve início em finais de Dezembro com a reeleição do presidente Mwai Kibaki. A oposição questionou os resultados e os protestos provocaram em mais de 1,5 mil mortos.

Segundo as Nações Unidas, mais de 300 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud