Bangladesh enfrenta escassez de arroz, diz PMA BR

Bangladesh enfrenta escassez de arroz, diz PMA

Colheita do principal alimento do país asiático foi afetada por inundações provocadas pela passagem do ciclone Sidr, em novembro.

Mônica Valéria Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, informou que está acelerando a implementação de projetos de ajuda alimentar a Bangladesh. O país está enfrentando uma escassez de arroz, o principal alimento dos bengaleses.

A colheita do arroz foi afetada por inundações provocadas pelo ciclone Sidr que atingiu o país em novembro.

A informação é do vice-diretor do Departamento de Operações e Gestão do PMA, Ramiro Lopes da Silva.

"Regularmente, temos uma operação bastante larga no Bangladesh. Essa operação regular foi expandida há dois meses, quando houve a tempestade que afetou a parte costeira do Bangladesh. E o que estamos tentando fazer é acelerar a chegada dos produtos alimentares no quadro da nossa operação, fundamentalmente visando reforçar as capacidades de suportar os choques das populações mais vulneráveis", disse.

Inundações

O ciclone matou mais de 3 mil pessoas e obrigou 3 milhões a deixar suas casas.

As autoridades bengalesas afirmam que a escassez do arroz, e o alto custo dos transportes, levaram a um aumento do preço do produto.

Segundo o governo, o país tem que assegurar uma reserva mínima de 1 milhão de toneladas de arroz. Mas até agora, só 600 mil toneladas foram recebidas.