Brasil lança campanha contra tráfico humano
BR

10 janeiro 2008

Iniciativa prevê anúncios de 30” nas principais redes de TV do país além de pôsteres e banners em aeroportos.

Segundo a agência da ONU, a forma mais comum do crime no Brasil é o tráfico de mulheres.

Mas muitas pessoas também estariam sendo traficadas para trabalho forçado em áreas rurais, em indústrias, exploração sexual e outros delitos.

Ajuda de todos

A campanha do Unodc conta com uma série de anúncios nas redes principais de TV e pôsteres, que são afixados em aeroportos do país.

Para o historiador e embaixador de Cabo Verde no Brasil, Daniel Pereira, o tráfico humano é um crime que deve ser combatido com a ajuda de todos.

"Em cada um dos nossos países, em nível de sistema das Nações Unidas, o desaparecimento deste fenômeno, ainda subjacente nas nossas sociedades, tem a ver com o desaparecimento da ignorância, com o ensino e a formação, enfim com o próprio desenvolvimento. Porque onde existe desemprego, miséria e dificuldades difíceis de superar, naturalmente que essas situações podem ainda prevalecer", disse.

A campanha no Brasil faz parte da Iniciativa Global de Combate ao Tráfico Humano da agência.

Segundo o Unodc, o tráfico de seres humanos ocorre em 127 países e gera cerca de US$ 9,5 bilhões, o equivalente a quase R$ 20 bilhões.

Clique aqui para assistir o vídeo da campanha.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud