Fórum da Aliança das Civilizações terá Paulo Coelho

Fórum da Aliança das Civilizações terá Paulo Coelho

Evento da ONU, no dia 15 em Madri, lançará campanha global de combate ao preconceito a nações e culturas, além de promover diálogo entre religiões.

O objetivo do grupo é promover mais entendimento entre povos, culturas e religiões.

Coelho contou à Rádio ONU, de Paris, o que deve fazer no evento, que será aberto na próxima terça-feira em Madri, capital da Espanha.

Cultura

"A idéia, basicamente, é utilizar a cultura, o diálogo como ponte entre civilizações que estão em confronto. A minha presença lá, com outros delegados e políticos, é sobretudo para enfatizar essa parte da cultura. Mas eu creio que lá as coisas serão discutidas dentro de um painel mais amplo. Cada um cobrindo sua área", disse.

Coelho disse ainda que após os ataques terroristas contra a sede da ONU, na Argélia, ele também quer contribuir para os esforços da organização de clarificar ainda mais seu papel no mundo.

"Todos nós estamos conscientes das dificuldades que a ONU está enfrentando. E a ONU é um dos últimos bastiões onde está sendo possível discutir algum tema e se tomar medidas efetivas. Ninguém pode partir de um princípio de que vai se chegar a propostas específicas, mas pelo menos cada um olhando a sua maneira de melhor contribuir para eventuais mudanças. Esse é o meu caso. E acho que é o caso de todos os delegados que estarão presentes", afirmou.

Campanha Global

O fórum contará com a presença do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, e do primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodriguez Zapatero.

O evento lançará uma campanha global para ajudar a vencer preconceitos a nações e culturas. O fórum também promoverá um diálogo entre religões e credos.

A Aliança das Civilizações foi criada, em 2005, pelos governos da Espanha e da Turquia, e atualmente é liderada pelo ex-presidente de Portugal, Jorge Sampaio.

Ele foi nomeado alto-representante do Secretário-Geral para a Aliança, no ano passado.