PMA alerta sobre crise na Faixa de Gaza

11 janeiro 2008

Agência da ONU diz que 1 milhão de pessoas, 65% da população, precisam de ajuda humanitária para sobreviver.

De Tel Aviv, Daniela Kresch para a Rádio ONU.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, afirma que cerca de 1 milhão de pessoas na Faixa de Gaza estão precisando de ajuda humanitária para sobreviver.

O número equivale a cerca de 65% dos moradores da área.

O motivo é o fechamento das passagens entre Israel e a área desde junho, quando o grupo islâmico Hamas assumiu o controle da região.

A porta-voz da agência da ONU, Christiane Berthiaume, disse que Gaza precisa de ajuda financeira urgente para evitar uma crise humanitária.

Do total de 1 milhão de pessoas, 700 mil são ajudados pela Agência da ONU para Refugiados Palestinos, Unrwa, mas outros 300 mil dependem diariamente da comida fornecida por organizações humanitárias.

Um outro alerta do PMA é o aumento dos casos de anemia, que atualmente atinge quase 80% dos refugiados.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, aumentou a estimativa de orçamento para Gaza de US$ 107 para US$141 milhões para conseguir fornecer comida a todos os necessitados.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud