ONU analisa pedido de US$ 12 milhões para apoiar Moçambique

23 janeiro 2008

As enchentes já mataram pelo menos oito pessoas e deixaram cerca de 70 mil desalojadas, sobretudo no centro do país.

Segundo Ocha ainda não se sabe qual será o valor a ser atribuído.

As enchentes já mataram pelo menos oito pessoas e deixaram mais de 70 mil desalojadas, sobretudo no centro do país.

As autoridades moçambicanas afirmam que o país dispõe de apenas US$ 8 milhões dos US$ 43 milhões considerados necessários para enfrentar as necessidades criadas pelas inundações.

O coordenador do sistema das Nações Unidas em Moçambique, Ndolam Ngokwey, elogiou o desempenho das autoridades de Moçambique pela forma com tem estado a conduzir a gestão das cheias.

Ngokwey disse que o apoio da ONU ao país foi dividido em três fases.

Ajuda alimentar

"No que diz respeito à primeira fase, a ênfase é sobretudo sobre as necessidades alimentares, a situação de água e saneamento e também no que diz respeito à proteção e educação de crianças. A próxima fase vai reforçar e melhorar as condições no centro de reassentamento e dar incentivos para as pessoas ficarem nos centros e não voltarem aos antigos lugares", disse.

Na terça-feira, o Programa Mundial de Alimentos, PMA, iniciou a distribuição de assistência alimentar por helicópteros a milhares de pessoas atingidas pelas chuvas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud