Cheias na África desalojam mais de 120 mil (Português para a África)

25 janeiro 2008

Chuvas torrenciais, nas três últimas semanas, provocaram o transbordamento do rio Zambeze, piorando as inundações.

Segundo o Ocha, as chuvas provocaram o transbordamento do rio Zambeze, piorando as inundações em Moçambique e países vizinhos como Zâmbia, Zimbabué e Malauí.

As autoridades do país estão preocupadas ainda com o impacto das inundações no funcionamento das escolas nas regiões mais atingidas. O novo ano lectivo deve começar nesta segunda-feira.

O jornalista da Rádio Nacional de Moçambique, Amílcar Cassamo, contou à Rádio ONU, do Vale do Zambeze, o que o governo deve fazer para facilitar as aulas.

"Algumas organizações estão providenciando tendas-escola, que podem albergar de 20 a 30 alunos, sentados claro, com espaço para as crianças se abrigarem, abrirem os cadernos e escreverem alguma coisa. É uma situação dramática, de emergência. Penso que, na segunda-feira, todos os meninos nos centros de reassentamento irão à escola para aquilo que seria a cerimónia de abertura do ano lectivo 2008, aqui em Moçambique", disse.

Evacuação

O governo moçambicano está utilizando helicópteros e barcos para resgatar pessoas que estão completamente cercadas pelas águas. Somente na quinta-feira foram resgatadas quase 3 mil pessoas.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, entregou às autoridades do país três botes para apoiar essas operações.

O PMA também iniciou a distribuição de assistência alimentar por helicópteros em áreas atingidas pelas chuvas em Moçambique.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud