Perspectiva Global Reportagens Humanas

Arbour critica pontos de Carta Árabe (Português para o Brasil)

Arbour critica pontos de Carta Árabe (Português para o Brasil)

Alta-comissária da ONU (foto) diz que documento traz inconsistências como por exemplo pena de morte contra crianças.

A carta entrou em vigor no início deste mês após ser assinada por 22 países.

Sionismo

Para Arbour, a aplicação de pena de morte a crianças, a forma de tratamento de mulheres e não-cidadãos árabes são alguns dos pontos polêmicos do documento.

Ela também citou o fato de o texto da carta igualar o sionismo ao racismo.

Segundo a alta-comissária, a afirmação contradiz uma resolução da Assembléia-Geral da ONU.

De acordo com Arbour, por causa do que ela chamou de inconsistências no documento, a carta não poderá ser apoiada pelo Alto-Comissariado.

A alta-comissária da ONU disse, no entanto, que continuará trabalhando para assegurar a implementação das normas internacionais de direitos humanos na região.