Aiea diz que relatório dos EUA sobre Irão pode aliviar tensão

Aiea diz que relatório dos EUA sobre Irão pode aliviar tensão

El-Baradei afirma que Irão deveria trabalhar activamente com agência atómica para esclarecer pontos de seu programa nuclear.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica, Mohammed El-Baradei (foto), afirmou que recebeu com grande interesse um relatório dos Estados Unidos sobre o programa nuclear do Irão.

O documento, produzido pelo Serviço Nacional de Inteligência americano, revela que, desde 2003, o Irão não tem nenhum programa de armas atómicas.

A porta-voz da Aiea, Melissa Fleming, disse à Rádio ONU, de Viena, que El-Baradei afirmou que o relatório deve ajudar a diminuir a tensão sobre a questão nuclear iraniana.

Negociações

Fleming disse que o director-geral da Aiea também destacou a importância de o Irão colaborar com a agência para esclarecer aspectos importantes passados e presentes de suas actividades nucleares.

El-Baradei voltou a pedir ao Irão e todas as partes envolvidas no impasse que se sentem à mesa de negociações para uma solução diplomática.

Segundo agências de notícias, o Irão elogiou o relatório americano afirmando que o país não está da fabricar armas atómicas.

Até o momento, várias representantes da comunidade internacional suspeitavam que o país estivesse enriquecendo urânio para desenvolver a bomba atómica.

Mas o Irão afirma que seu programa nuclear tem fins pacíficos.