Países africanos unem esforços para educar população rural

5 dezembro 2007

Segundo a FAO, a população rural representa actualmente quase 70% da população em África.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

Moçambique e outros dez países africanos concordaram em unir esforços para a educação das populações rurais.

O acordo foi alcançado no final de Novembro, em Roma, na Itália, num encontro promovido pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.

Representantes da Etiópia, Uganda e África do Sul, entre outros países, adoptaram uma série de recomendações aos governos e agências nacionais e internacionais.

Vamos a mais detalhes com o repórter da Rádio ONU, Helder Gomes.

“Segundo a FAO, mais de 70% da população de Moçambique vive em áreas rurais.

Analfabetismo

A taxa de analfabetismo no país é cerca de 40% nas cidades e de quase 66% no campo.

De acordo com dados apresentados na reunião, a medida recente do governo moçambicano de distribuição gratuita de livros escolares fez aumentar o número de crianças nos bancos das escolas.

No encontro de Roma, os países pediram maior envolvimento da comunidade internacional no apoio à educação da população rural.

Eles sugeriram também mais investimento na pesquisa do impacto da globalização, dos biocombustíveis e das mudanças climáticas nas regiões mais pobres.”

Segundo a FAO, a população rural representa actualmente quase 70% da população em África e continuará a dominar nas próximas três décadas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud