Promotora quer que Sérvia condene criminosos de guerra (Português para o Brasil)

11 dezembro 2007

Carla Del Ponte (foto) diz que país não deve integrar União Européia se não cooperar.~~

Mônica Valéria Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A promotora-chefe do Tribunal Criminal Internacional para Ex-Iugoslávia, Carla del Ponte, pediu mais pressão internacional para que a República da Sérvia entregue à justiça duas pessoas acusadas de alegados crimes de guerra.

No seu último relatório ao Conselho de Segurança, antes de deixar o cargo, Del Ponte disse que a Sérvia não deve ser aceita na União Européia se não cooperar com o tribunal.

Mancha

Ela lembrou que os principais acusados das atrocidades cometidas durante a guerra dos Bálcãs, Ratko Mladic e Radovan Karadzic, continuam livres.

Segundo del Ponte, está na hora do Conselho de Segurança decidir se o tribunal é capaz ou não de aplicar a justiça internacional.

Para ela, é uma mancha para o tribunal que o que ela chamou de autores de alguns dos piores crimes cometidos na Europa desde a Segunda Guerra Mundial continuem soltos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud