Ciclone em Bangladesh destruiu floresta que é Património Mundial, diz Unesco (Português para a África)

12 dezembro 2007

A agência da ONU afirma que no parque vivem mais de 260 espécies de pássaros e grande variedade de outros animais como tigres e crocodilos.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, revelou que o ciclone Sidr que provocou mais de 3 mil mortos em Bangladesh, também destruiu um parque florestal que é Património Mundial da Unesco.

O ciclone que afectou o país em 15 de Novembro, partiu do Golfo de Bengala, com ventos de até 240km/h, causando fortes chuvas à região.

Segundo a Unesco, o ciclone afectou 40% do parque dos Sundarbans como é conhecido.

A agência da ONU afirma que no parque vivem mais de 260 espécies de pássaros e grande variedade de outros animais como tigres e crocodilos.

A agência da ONU, enviou ao país uma equipa de especialistas para avaliar os danos.

Os técnicos da Unesco lançaram um apelo à comunidade internacional para financiar um programa de recuperação do parque florestal em Bangladesh.

Prémio

Na segunda-feira, a Unesco e a corporação Daimler Chrysler atribuíram o prémio de engenharia Daimler Mondialogo a 31 projectos desenvolvimentos

em África, Ásia e América Latina.

Entre os projectos estão um processo de rega sustentável na África Austral, e um projecto para aprendizes de carpintaria e padaria em Guatemala, na América Central

A cerimónia de premiação ocorreu em Mumbai, na Índia. Cada um dos vencedores recebeu € 20 mil euros, o equivalente a cerca de US$ 29,5 mil dólares.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud