Banco Mundial quer plano global contra tuberculose
BR

13 dezembro 2007

Relatório sugere que investimento em prevenção sai mais barato que planos de tratamento.

Mônica Valéria Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Um relatório do Banco Mundial sugere que um plano global de combate a tuberculose pode ser uma saída barata contra a doença.

Segundo o documento, apesar dos esforços contra a tuberculose, em 2005 surgiram quase 9 milhões de novos casos.

E cerca de 1,6 milhão de pessoas morreram por causa da doença.

O Banco Mundial acredita que, se os países mais atingidos pela enfermidade, decidirem adotar um plano global de combate, os investimentos para evitar a tuberculose poderiam ser 9 vezes maiores para as nações africanas.

Grandes Perdas

Entre os 22 países com os maiores indíces de tuberculose estão Brasil, China, Moçambique, Rússia e África do Sul.

O enviado especial da ONU para o Combate à Tuberculose, Jorge Sampaio, afirmou que os benefícios econômicos na luta contra a doença são infinitamente maiores que os custos.

O relatório também revela que o fato de a doença matar adultos em idade economicamente ativa gera grandes perdas não só às famílias, mas às economias do mundo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud