ONU marca Dia Internacional dos Migrantes BR

ONU marca Dia Internacional dos Migrantes

Ban Ki-moon pediu ao mundo que veja os migrantes como um benefício e não como um fardo.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas marcaram nesta terça-feira o Dia Internacional dos Migrantes.

Em sua mensagem para assinalar a data, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu ao mundo que veja os migrantes como um benefício e não como um fardo para as sociedades.

Ban disse ainda que as pessoas devem conhecer o que ele chamou de contribuição valiosa dos migrantes para os países de origem e destino.

O Secretário-Geral pediu também que a discriminação seja substituída pela compreensão.

Integração

A chefe da missão da Organização Internacional para Migrações, OIM, Monica Goracci, contou à Rádio ONU, de Lisboa, como a data está sendo marcada em Portugal.

“Estamos apresentando um mapa de boas práticas sobre integração e acolhimento, que realmente indica a vontade da população de trabalhar para que isto seja possível. Numa altura em que há o drama da imigração irregular que chega por mar e toda uma mudança e uma pressão dos fluxos migratórios, achamos que é muito importante”, disse.

A alta-comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Louise Arbour, disse que os migrantes estão entre os grupos mais expostos a violações dos direitos humanos no século 21.

Exploração Laboral

E nesta terça-feira, a OIM anunciou que vai investigar casos de exploração de trabalhadores no leste e sul da África.

Segundo a agência da ONU, etíopes estão sendo recrutados, com falsas promessas, para trabalhar na construção da Copa do Mundo de 2010.