OMS faz balanço positivo do ano 2007
BR

21 dezembro 2007

A agência destaca entre os resultados, a redução de mais de 90% das mortes provocadas pelo sarampo na África subsaariana.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, afirma que 2007 foi um ano positivo e destaca entre os resultados, a redução de 91% das mortes provocadas pelo sarampo na África subsaariana.

A agência elogiou também a publicação de um perfil mais exato da epidemia da HIV/Aids e a parceria desenvolvida entre instituições públicas e privadas para melhorar a situação da saúde em nível mundial.

A diretora do departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente da OMS, Maria Neira, disse à Rádio ONU, de Genebra, que a organização priorizou a saúde das crianças e das mulheres.

"Foi um ano de muito trabalho em que se conseguiram bons resultados nas áreas que foram apontadas pela nossa diretora-geral, de contenção de epidemias, de trabalho com a comunidade internacional, dando mais visibilidade a algumas áreas como a saúde das crianças e das mães. Mas nós, com certeza, queremos sempre ir mais além e consideramos que ainda temos que alcançar resultados muito mais positivos", disse.

Segundo a OMS, aconteceram progressos significativos para atacar o ressurgimento da febre amarela na África.

A agência considera ainda que as epidemias de gripe, os surtos de febre hemorrágica Ebola e os altos índices de mortalidade feminina, sobretudo nos países em desenvolvimento, marcaram o ano 2007.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud