Palhaços alegram crianças refugiadas na Síria

Palhaços alegram crianças refugiadas na Síria

Os artistas pertencem ao grupo Família Feliz, com base em Bagdad, no Iraque, e estão associados ao Acnur.

Jorge Soares & Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, descobriu um novo aliado para ajudar as crianças traumatizadas pela violência no Iraque.

A agência da ONU recrutou um grupo de palhaços para alegrar as crianças iraquianas refugiadas na Síria.

A ideia surgiu em Junho quando um grupo teatral se apresentou em Damasco como parte do Dia Mundial dos refugiados.

Mensagens

A especialista em protecção das crianças do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, Theodora Tsovili, falou à Rádio ONU de Duma, na Síria, sobre o objectivo deste programa.

Ela diz que os são palhaços são iraquianos e estão sob a coordenação do Acnur e Unicef.

Theodora Tsovili destaca que os palhaços passam, através das brincadeiras, mensagens de educação, protecção das crianças e direito infantil.

Membros do grupo de palhaços Família Feliz se apresentam em todo o Médio Oriente, em especial nos campos de refugiados.