Arbour preocupada com violência no Quénia

31 dezembro 2007

Os distúrbios começaram após a divulgação dos resultados das eleições presidenciais.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

A alta-comissária da ONU para os Directos Humanos, Louise Arbour (foto), disse estar profundamente preocupada com a violência no Quénia após a divulgação dos resultados das eleições presidenciais.

O escrutínio ocorreu na quinta-feira.

De acordo com a Comissão Eleitoral do país, o actual presidente, Mwai Kibaki, conseguiu a reeleição mas a oposição contesta os resultados.

Segundo agências de notícias os confrontos registados nas últimas 48 horas já causaram pelo menos 100 mortos.

A alta-comissária da ONU insta ao governo queniano a respeitar as normas internacionais de direitos humanos, e a responsabilizar a polícia por suas acções.

Arbour reconheceu os desafios das autoridades em manter a ordem e sugeriu o controlo dos manifestantes com uso de força proporcional.

Ela pediu que os protestos sejam feitos de forma pacífica.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud