Ocha envia equipa de apoio à área afectada pelo furacão Noel

Ocha envia equipa de apoio à área afectada pelo furacão Noel

O Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária, Ocha, informou que uma equipa de apoio foi enviada à República Dominicana e ao Haiti para ajudar nos trabalhos de resgate das vítimas do furacão Noel.

Segundo o Ocha, o furacão matou mais de 100 pessoas e pelo menos 100 mil foram afectadas. A maioria na República Dominicana.

O encarregado do Ocha para as Caraíbas, América Latina e Médio Oriente, Carlos Monteiro Pereira, disse à Rádio ONU, em Nova York, como está sendo coordenada a assistência da ONU às vítimas.

"À República Dominicana, nós mandamos uma equipa de apoio e avaliação rápida de cinco pessoas, a chamada equipa Undac. Nós demos também, imediatamente, US$ 50 mil para a compra imediata de pequenas coisas que são essenciais em termos de ajuda de emergência. Esta quantia saiu de um fundo que temos para despesas urgentes de pequeno porte", disse.

Segundo Monteiro Pereira, a situação das enchentes no México também é preocupante.

Cerca de 300 mil pessoas estão sendo atingidas pelas cheias no sul. O caso mais grave é o estado de Tabasco, no sul do país, onde muitas vítimas estão sendo retiradas de helicópteros por causa das inundações.

"É uma situação bastante séria. As Nações Unidas estão acompanhando a situação de maneira muito acurada, mas acontece que neste momento não temos nenhum pedido oficial de ajuda internacional por parte do governo mexicano que neste momento está liderando as operações de resposta à esta emergência", contou.

O presidente do México, Felipe Calderón, disse num pronunciamento de TV, que as cheias são um dos piores desastres naturais do país.