Relator da ONU visita templos revistados em Mianmar BR

Relator da ONU visita templos revistados em Mianmar

O relator especial de direitos humanos da ONU, o brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro (foto), visitou nesta segunda-feira, alguns monastérios revistados pela polícia de Mianmar, em setembro.

Por Mônica Valéria Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A batida foi realizada durante uma onda de protestos de monges budistas por democracia.

A visita de Pinheiro faz parte de uma missão de investigação sobre a resposta do governo birmanês aos manifestantes. Pelo menos 10 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

É a primeira viagem de Pinheiro a Mianmar, desde 2003, quando ele ainda ocupava o cargo de relator especial ao país asiático.

Escuta

O porta-voz do Alto-Comissariado de Direitos Humanos das Nações Unidas, José Diaz, disse que o governo de Mianmar concordou com a missão de Pinheiro.

Segundo o porta-voz, Pinheiro deixou o país durante uma missão após equipamentos de escuta terem sido descobertos numa das salas usadas pelo relator para reuniões.

Antes de embarcar para Mianmar, Pinheiro disse à Rádio ONU que deve apresentar um relatório ao Conselho de Direitos Humanos sobre sua missão em 11 de dezembro.

Mianmar, a antiga Birmânia, é governado por uma junta militar, e mantém em prisão domiciliar, a líder da oposição e Prêmio Nobel da Paz, Aun San Suu Kyi.