Detidos dois ex-membros do Khmer Vermelho

Detidos dois ex-membros do Khmer Vermelho

A polícia do Camboja, no sudeste da Ásia, informou que prendeu o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Ieng Sary. Ele foi detido junto com a esposa e também ex-ministra, Ieng Thirirh.

As prisões são parte das investigações de um tribunal, apoiado pela ONU, para julgar as violações cometidas pelo Khmer Vermelho.

O regime, liderado por Pol Pot, é acusado de matar centenas de milhares de pessoas na década de 1970.

O casal deverá ser julgado por um tribunal criado no país com o apoio da ONU para julgar crimes de genocídio.

A maioria das vítimas morreu de fome, maus-tratos e trabalho forçado.