Aiea defende modernização de seu laboratório na Áustria (Português para África)

27 novembro 2007

A directora do laboratório, Gabriele Voigt, informou que se necessita US$ 39 milhões para modernizar o centro.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

A Agência Internacional de Energia Atómica, Aiea, revelou que está desactualizado o laboratório utilizado pela agência para analisar amostras de material nuclear.

No laboratório localizado na Áustria, são investigados amostras de vários países.

O director-geral da Aiea, Mohamed El-Baradei, alertou nesta terça-feira para a situação do centro e seus equipamentos.

Segundo El-Baradei, a antiguidade do laboratório coloca em risco a capacidade da agência em oferecer respostas correctas, o que segundo ele é um dos grandes desafios do sistema de segurança.

A directora do laboratório, Gabriele Voigt, informou que se necessita US$ 39 milhões de dólares para modernizar o centro.

Voigt afirmou que no laboratório, com mais de 30 anos, se analisam anualmente cerca de 2 mil amostras de material nuclear de diferentes origens.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud