ONU e Libéria tentam gerar mais postos de trabalho

28 novembro 2007

Missão da ONU no país, Unmil, está a apoiar iniciativa do governo para contratar ex-combatentes e repatriados entre outros.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

A Missão das Nações Unidas na Libéria, Unmil, anunciou que está a apoiar os esforços do governo na criação de mais de 1 milhão de dias de trabalho para habitantes de pequenas comunidades.

Desde o fim da guerra civil na Libéria, em 2003, milhares de ex-combatentes retornaram à mão-de-obra do país.

A iniciativa, que pretende criar 50 mil novos postos de trabalho, é apoiada pelo Banco Mundial e outras agências da ONU, como por exemplo, a Organização Internacional do Trabalho, OIT.

Grande Diferença

O representante especial do Secretário-Geral da ONU na Libéria, Alan Doss, disse que o projeto é um bom exemplo de como parcerias de apoio fazem uma grande diferença na vida das pessoas.

Os trabalhadores contratados pela iniciativa são ex-combatentes, repatriados, mulheres e homens de comunidades que ainda estão a ser reconstruídas de 14 anos de guerra civil.

Uma iniciativa semelhante, no ano passado, gerou 700 mil dias de trabalho.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud