Jornalistas palestinos recebem treino da Unesco
BR

28 novembro 2007

Curso dado a 33 profissionais em Belém ensinou técnicas de sobrevivência em ambientes hostis e primeiros-socorros.

Mônica Valéria Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, em Ramallah, encerrou um treinamento de segurança para jornalistas palestinos.

O curso, oferecido a 33 profissionais, foi co-organizado com a Rede Maan News, na Cisjordânia.

Entre as seções de treinamento, os jornalistas aprenderam como sobreviver em ambientes hostis, primeiros-socorros, e dicas para defesa e proteção em situações de conflito.

A Unesco prometeu doar aos participantes equipamento de segurança, como capacetes, kits de primeiros-socorros e coletes de proteção.

Blitz

O curso, na cidade de Belém, apresentou situações concretas como por exemplo, uma blitz de milícias pelas ruas da cidade.

A situação da segurança de jornalistas e cameramen que trabalham para a mídia palestina tem piorado nos últimos dois anos devido a conflitos entre facções palestinas.

A maioria dos incidentes violentos tem ocorrido na Faixa de Gaza e na Cisjordânia.

Um dos participantes afirmou que os profissionais de imprensa são deixados no meio do fogo cruzado entre tropas de Israel e forças de segurança palestinas.

Em março deste ano, o repórter da BBC de Londres, Alan Johnston, foi seqüestrado em Gaza e liberado somente três meses depois.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud