África reduz em 91% os casos de sarampo, diz OMS

29 novembro 2007

A directora-geral da agência, Margaret Chan disse que se trata do maior sucesso da saúde pública dos países do continente.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, anunciou nesta quinta-feira uma redução de 91% dos casos de sarampo em África.

O anúncio foi feito em Genebra, na Suíça, pelo representante da OMS, Peter Strebel.

Strebel disse que apesar da vitória, a doença continua a matar cerca de 250 mil crianças anualmente, em nível mundial.

Ele afirmou que o objectivo é reduzir em 90% os índices de mortalidade por sarampo, até 2010, em todo o mundo.

Para a directora-geral da agência, Margaret Chan, trata-se do maior sucesso da saúde pública dos países do continente.

Segundoo Chan, é preciso preservar esses resultados e intensificar os esforços em outras partes do mundo.

Parcerias

A OMS revela que cerca de 478 milhões de crianças menores de 14 anos foram vacinadas contra o sarampo em 46 dos 47 países menos desenvolvidos.

O combate à doença é liderado pela “Iniciativa Sarampo” que reúne várias agências, entre elas, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, a Cruz Vermelha Internacional, e o Centro de Combate e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, para além da OMS.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud