Ban pede extensão da Missão da ONU na RD Congo

29 novembro 2007

O Secretário-Geral sugere que a Monuc mantenha seu actual componente militar e policial até 2008.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança reuniu-se nesta quinta-feira para consultas sobre a situação na República Democrática do Congo.

Participaram do encontro o representante especial do Secretário-Geral da ONU, William Swing, e o comandante das forças da Missão das Nações Unidas na RD Congo, Monuc, Babacar Gaye.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, enviou ao conselho o seu último relatório sobre o país em que pede a extensão por mais um ano do mandato da Missão da ONU na RD Congo, Monuc.

Mais detalhes com o repórter da Rádio ONU, Helder Gomes.

“Ban Ki-moon reconhece a necessidade de se adaptar a missão da ONU à actual situação do país, mas sugere que a Monuc mantenha seu actual componente militar e policial até o fim das eleições municipais.

As eleições locais estão marcadas para o segundo semestre de 2008.

O conflito em Kivu Norte

O Secretário-Geral destaca ainda o papel que a Monuc vem desempenhando nos esforços para resolver o conflito em Kivu Norte, no leste do país, onde se registam confrontos entre tropas do governo e rebeldes liderados pelo ex-general Laurent Nkunda.

Segundo a ONU, desde Dezembro, os combates já levaram cerca de 400 mil pessoas a deixar suas casas.

O Secretário-Geral afirma que a Monuc continuará a apoiar o governo congolês no processo de desarmamento, desmobilização e reintegração de ex-combatentes.

As Nações Unidas ajudaram já a treinar mais de 60 mil polícias, incluindo 2,3 mil mulheres”.

A RD Congo viveu um conflito armado entre 1998 e 2003. O país é dirigido actualmente por um governo eleito em Outubro de 2006.

As Nações Unidas mantêm na República Democrática do Congo uma missão com mais de 18 mil homens. A operação custa mais de 90 milhões de dólares por mês.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud