Novo surto do Ebola no Uganda já matou 16 pessoas, diz OMS

30 novembro 2007

Segundo a agência, análises de laboratórios constataram a existência de um novo tipo de vírus Ébola.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, revelou que um novo surto da febre hemorrágica Ébola, no Uganda, já matou 16 pessoas em 51 casos registados desde Setembro.

A OMS afirma que entre os infectados estão três trabalhadores da saúde.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira, em Genebra na Suíça.

O porta-voz da OMS, Gregory Hartl, disse que análises realizadas em laboratórios do Centro de Controlo de Doenças de Atlanta, nos Estados Unidos, constataram a existência de um novo tipo de vírus Ébola.

Nova estirpe do vírus

Segundo a OMS actualmente existem quatro estirpes do vírus.

O porta-voz da OMS, disse que a agência realizou análises de 20 amostras colhidas em Uganda, e oito resultaram positivas. A agência aguarda pelos resultados dos outros 12 testes.

Segundo as autoridades ugandesas, as mortes ocorreram em Bundibugyo, situado a 290 km da capital, Kampala, no oeste do país.

Trata-se do segundo surto de Ebola no Uganda numa região situada na fronteira com a República Democrática do Congo onde, em Outubro, a OMS confirmou a existência de 25 casos de Ebola.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud