Brasil, 5º país com maior número de alunos em escolas particulares BR

Brasil, 5º país com maior número de alunos em escolas particulares

Um relatório da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, sugere que os investimentos de alguns países industrializados, como França e Grã Bretanha em educação são superiores aos gastos de toda a África Subsaariana.

As matrículas brasileiras se dão principalmente nos níveis primário e secundário, em parte devido a um alto grau de reprovação escolar na rede pública.

O “Relatório Global sobre Educação 2007” mostra que o orçamento dos países da África Subsaariana representam somente 2,4% dos recursos em nível mundial.

Entre os países africanos de língua portuguesa, Moçambique e Cabo Verde são os que mais apostam na formação.

Antes da divulgação do relatório, o reitor da recém criada Universidade de Cabo Verde, António Correia e Silva, disse à Rádio ONU, da cidade da Praia, que o país já universalizou o ensino básico.

"Cabo Verde tem na área de educação um dos seus sucessos. O ensino secundário hoje é uma realidade em todos os conselhos do país. Há liceus em construção. Há uma aposta na formação de pessoal docente, na qualificação dos liceus e na reconfiguração curricular. Os dados estão lançados e o desempenho é positivo, inequivocadamente", contou.

O relatório da Unesco ressalta que os Estados Unidos detêm 28% do total mundial.