Boa gestão pode dobrar tempo de duração de usinas, diz Aiea

Boa gestão pode dobrar tempo de duração de usinas, diz Aiea

A Agência Internacional de Energia Atómica, Aiea, sugere que com boa gestão, as usinas nucleares podem funcionar por até 40 anos.

A conclusão saiu de um simpósio em Shanghai, na China, que reuniu cerca de 300 especialistas para discutir medidas de gestão mais eficientes.

O encarregado da área de Relações Exteriores e Políticas da Aiea, Bernardo Ribeiro, falou à Rádio ONU, de Viena, sobre o papel da agência na disseminação do uso de energia para o desenvolvimento.

"A agência, por meio de seu departamento de cooperação técnica, ajuda e informa os Estados no âmbito do desenvolvimento de projectos que são vinculados a áreas relevantes ao desenvolvimento dos países. Como por exemplo, nutrição, hidrologia, agricultura. Então nós temos um programa muito activo na área de cooperação técnica com os Estados", disse.

O encontro, que terminou nesta quinta-feira, foi organizado pela Aiea em colaboração com a Autoridade Chinesa de Energia Atómica.