Brasil é eleito para o Comitê de Patrimônio Mundial da Unesco

Brasil é eleito para o Comitê de Patrimônio Mundial da Unesco

O Brasil será um dos nove novos integrantes do Comitê de Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco.

O Brasil é um dos 184 países membros deste comitê da Unesco que é responsável por escolher o patrimônio mundial e administrar os recursos para a preservação de bens culturais.

A coordenadora do setor de cultura da Unesco no Brasil, Jurema Machado falou à Rádio ONU sobre a escolha do país ao Comitê de Patrimônio Mundial.

"Nós ficámos muito satisfeitos porque, na verdade, essa já era uma expectativa de longa data. O Brasil está há muitos anos afastado desse Comitê e é um país de referência para a implementação da convenção, não só pela sua diversidade cultural e sócio-ambiental, mas também pela liderança que exerce na implementação das convenções da Unesco na área da cultura", disse.

Atualmente a Unesco relaciona 851 bens como patromônios culturais da humanidade, sendo que o Brasil contribui com 17 itens. A Unesco no Brasil buscará uma maior diversificação nos bens representando o Brasil, como fala a coordenadora Jurema Machado.

"O que se espera é uma diversificação, incluindo novos olhares sobre o patrimônio, que inclua a paisagem cultural, a relação do patrimônio físico com o patrimônio humano. E também a possibilidade de sítios e nominações compartilhadas ou conjuntas com países vizinhos. Nessa situação, nós só temos um, que é o sítio das Missões Jesuíticas Guaranis, no sul do Brasil, que é um sítio binacional, Brasil e Argentina", explicou.

Junto com o Brasil foram eleitos para este novo mandato no comitê da Unesco a Austrália, Barbados, Bareine, China, Egito, Jordânia, Nigéria e Suécia.

Uma nova eleição acontecerá em 2009 quando encerram os mandatos de outros doze integrantes do conselho.