ONU quer promover acesso universal à internet em África até 2012

ONU quer promover acesso universal à internet em África até 2012

Representantes de governos, do sector privado e de agências da ONU, iniciaram nesta segunda-feira, em Kigali, Ruanda, um fórum internacional para promover o desenvolvimento de tecnologias de comunicação em África.

Um dos objectivos da conferência é debater vias de promover o acesso à internet, incluindo banda larga, a pelo menos um terço dos africanos até 2012.

A UIT anunciou um investimento de 3 mil milhões de dólares para ajudar os países do continente a alcançar esses objectivos nos próximos três anos.

Segundo o Banco Mundial, actualmente África tem os mais baixos índices de acesso à banda larga, no mundo.

O coordenador-executivo da Aliança Global para Informação e Tecnologias de Comunicação e Desenvolvimento, Saburland Khan, disse à Rádio ONU, em Kigali, que as tecnologias de comunicação ajudam a aumentar a produtividade.

Khan afirmou que as tecnologias de informação e comunicação ajudam o desenvolvimento.

Segundo Saburland Khan, as tecnologias ajudam a impulsionar serviços de saúde, educação e negócios.