PMA ajuda sobreviventes do terremoto no Peru
BR

30 outubro 2007

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, está auxiliando 80 mil pessoas no Peru, que foram afetadas pelo terremoto em agosto. A agência das Nações Unidas iniciou uma operação de assistência logo após o terremoto com o envio de US$ 500 mil em medicamentos, cerca de R$ 1 milhão, e alimentos para 250 mil peruanos.

O encarregado do Escritorio das Nações Unidas para Assuntos Humanitários, Ocha, na América Latina, Ignácio de Leone, falou a Rádio ONU de Nova York sobre a repercussão do apelo feito aos países membros.

"Parte do apelo já foi respondido de maneira muito generosa por parte da comunidade internacional. As diferentes agências das Nações Unidas estão trabalhando nos diferentes setores para atender as populações que foram afetadas", explicou.

Ignácio de Leone fala sobre a segunda fase deste processo de reconstrução no Peru.

"O tempo da emergência passou mas ainda não o tempo do desenvolvimento. Então, temos um período de transição em que é importante assistir às populações antes de serem integradas novamente e possam ter uma vida normal", disse.

A operação de apoio da PMA terá um custo de US$ 7 milhões, cerca de R$ 13 milhões e 300 mil, e uma duração de nove meses.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud