Medidas contra terrorismo afectam refugiados e migrantes, diz relator

30 outubro 2007

O relator especial dos direitos humanos da ONU, Martin Sheinin (foto), disse que as medidas contra o terrorismo estão a afectar, de forma desproporcionada, refugiados e migrantes.

Leia o boletim do repórter da Rádio ONU, Helder Gomes.

"Segundo o relator independente, as medidas adoptadas depois do 11 de Setembro estão a prejudicar os que procuram asilo.

No relatório que apresentou à Assembleia Geral, Martin Sheinin se referiu aos actos de revistar pessoas à entrada dos países, à exclusão do estatuto de refugiado e à repatriação de suspeitos de terrorismo.

O relator sublinhou que ter a oportunidade de viajar para outros países, em busca de protecção, é essencial na vida e segurança de um refugiado.

Sheinin disse ainda que se sente encorajado pelos sinais positivos dos Estados Unidos para fechar o campo militar de Guantánamo, apelando ao seu encerramento imediato."

O relator especial apelou também ao Alto-Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, para ajudar os detidos de Guantánamo que procuram protecção internacional.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud