Diretor da Unesco condena assassinato de jornalista no Iraque

31 outubro 2007

O diretor geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, Unesco, Koichiro Matsuura (foto) condenou, nesta quarta-feira, em Paris, o assasinato de um jornalista no Iraque.

Matsuura também condenou a morte do motorista de uma repórter da Rádio Free Europe que permanece sequestrada.

O nome do motorista e da repórter não foram divulgados para preservar a segurança da jornalista.

Segundo Matsuura, atentados, sequestros e intimidações de jornalistas, que trabalham em condições de extremo perigo no Iraque, são um ataque aos direitos humanos.

De acordo com o Comitê de Proteção aos Jornalistas, CPJ, desde 2003, mais de 120 profissionais de comunicação já foram mortos no Iraque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud