Unctad pede que comunidade internacional duplique ajuda a África

26 setembro 2007

Um relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, sugeriu a duplicação da ajuda, pela comunidade internacional, ao desenvolvimento dos países africanos.

A agência da ONU pede ainda o aperfeiçoamento do sistema fiscal para arrecadar mais fundos.

O economista da Unctad e um dos participantes na elaboração do relatório, Rolf Traeger, disse à Rádio ONU, de Genebra, que os países africanos precisam apostar no investimento externo.

"É necessário que os países africanos intensifiquem a mobilização de recursos internos aos países, de maneira a financiar um investimento, para levar ao desenvolvimento e à redução da pobreza. E a diminuir a dependência destes países de fontes externas de financiamento, como investimento estrangeiro e assistência oficial ao desenvolvimento", explicou.

Ele falou ainda na importância de diversificar as economias e comparou os casos de Angola e Moçambique.

"Angola é muito dependente da receita de exportações de petróleo, enquanto que Moçambique está em um nível mais baixo de renda, mas tem um modelo de desenvolvimento um pouco mais diversificado. Mas também o seu estágio de desenvolvimento, em termos de mobilização de recursos, ainda está dando os passos iniciais nesta direção", disse.

O relatório destaca ainda que a economia informal está a ganhar maior importância em muitos países africanos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud