Unicef afirma que amamentação evita 20% de mortes de recém-nascidos

Unicef afirma que amamentação evita 20% de mortes de recém-nascidos

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, inaugurou a Semana Mundial da Amamentação, com um alerta sobre saúde.

De acordo com o estudo conduzido em Gana, no oeste da África, a primeira dose do leite materno transfere nutrientes e anticorpos fundamentais para os bebés.

O pediatra Abel Carlos de Barros, director regional da Unimed, explicou à Rádio ONU, do Rio de Janeiro, porque a amamentação é tão importante.

“A coisa mais importante são os benefícios que se traz à criança porque tem todos os nutrientes necessários até os seis meses. O leite materno é completo, é o único leite que é completo e não existe substituto”, explicou.

De acordo com o Unicef, muitas vezes o leite materno é descartado, deixando os recém-nascidos vulneráveis.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, recomenda que os bebés sejam amamentados por, pelo menos, seis meses.

Para alguns psicólogos, a amamentação é também um período importante entre mãe e filho. Uma experiência confirmada pela advogada Aline Coelho de Juiz de Fora.

“Eu acho que amamentação estreita muito o relacionamento mãe e filho e é muito importante porque propicia à criança os anticorpos que ela vai precisar nesse início de vida, que o corpo dela ainda não tem muita resistência. E o leite materno é um alimento completo e medicamento também,” disse.

A Semana Mundial de Amamentação deve terminar em sete de Agosto.