Cheias e frio matam 127 pessoas na América do Sul, diz PMA BR

Cheias e frio matam 127 pessoas na América do Sul, diz PMA

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, afirmou nesta quinta-feira que as inundações na Colômbia, e baixas temperaturas no Peru, já provocaram, pelo menos 127 mortes nos dois países. Mais da metade das vítimas eram crianças.

Leia o boletim do repórter da Rádio ONU, Eduardo Costa.

“O PMA afirma que está desenvolvendo esforços para levar ajuda humanitária de emergência a mais de 100 mil pessoas, vítimas de inundações na Colômbia, e de temperaturas extremamente frias no Peru.

Segundo o PMA, estas são as piores cheias da última década na Colômbia. Mais de 50 pessoas morreram e outras 100 estão desaparecidas. As cheias afetaram as colheitas e levaram a perdas em rebanhos.

De acordo com a agência da ONU, nas montanhas dos Andes, no Peru, se registraram até 27ºC negativos. As baixas temperaturas mataram pelo menos 70 crianças.

O Programa Mundial de Alimentos deve distribuir comida nos próximos três meses a cerca de 60 mil pessoas na Colômbia.

No Peru, o PMA deve ajudar mais de 34 mil vítimas”.

Na Ásia, milhões de pessoas estão deslocadas devido a inundações no norte da Índia, em Bangladesh e no Nepal.

Segundo a rede britânica BBC, somente no norte da Índia há mais de 12 milhões de deslocados devido às cheias.