Ramos Horta diz que está pronto para conversar com major rebelde BR

Ramos Horta diz que está pronto para conversar com major rebelde

O presidente do Timor-Leste, José Ramos Horta (foto), afirmou que está disponível para uma reunião com o ex-major, Alfredo Reinado, que liderou um movimento rebelde, de militares demitidos, no ano passado no Timor.

O anúncio foi feito após um encontro de alto nível, que contou com a presença do representante especial de Ban Ki-moon no Timor, Atul Khare.

Ramos-Horta, que é também o comandante supremo das Forças Armadas timorenses, disse que todas as ações de segurança e policiamento contra o ex-major foram suspensas para criar condições para o diálogo.

Reinado ainda mantém um grupo de simpatizantes e armamentos em seu esconderijo nas montanhas.

Perguntado sobre sua vontade de se reunir com Reinado, o presidente respondeu que se sente inspirado pelas lições de humildade e generosidade de Jesus Cristo. Segundo o presidente, Jesus ensinou que o pastor é quem deve sempre buscar as ovelhas perdidas.

Uma ex-colônia portuguesa no sudeste da Ásia, o Timor-Leste foi anexado pela Indonésia na década de 1970 e se tornou independente após um referendo da ONU em 2002.