Missão da ONU no Timor-Leste elogia formação de novo governo BR

Missão da ONU no Timor-Leste elogia formação de novo governo

O representante especial do Secretário-Geral da ONU para o Timor-Leste, Atul Khare (foto), elogiou o anúncio de formação de um novo governo da ex-colônia portuguesa.

De acordo com o pleito, nenhum partido alcançou a maioria necessária para governar sozinho. Segundo agências de notícias, a Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente, Fretilin, obteve 29% e o Congresso Nacional de Reconstrução do Timor-Leste, Cnrt, liderado pelo ex-presidente Xanana Gusmão recebeu 23% dos votos.

Nesta segunda-feira, após o impasse de mais de um mês para formação da nova legislatura, o presidente Ramos-Horta indicou Xanana Gusmão para o cargo de premiê. Não há detalhes, no entanto, sobre a data para posse de Gusmão.

Uma ex-colônia portuguesa, no sudeste da Ásia, o Timor-Leste foi anexado pela Indonésia na década de 1970 e se tornou independente em 2002 após um referendo da ONU.