Impunidade atrapalha combate à corrupção no Brasil, diz Unodc BR

Impunidade atrapalha combate à corrupção no Brasil, diz Unodc

O chefe do Programa Global Anticorrupção do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime, Unodc, Stuart Gilman, encerrou uma visita oficial ao Brasil, onde discutiu o assunto com autoridades e representantes da sociedade civil.

Segundo Gilman, a impunidade ainda é um grande obstáculo no combate à corrupção porque muitos infratores acreditam que não serão responsabilizados por atos ilegais.

A repórter da Rádio ONU, Letícia Camargo, tem mais informações.

“O Unodc é considerado o guardião da Convenção contra a Corrupção, mandato dado pelo Secretário-Geral da ONU. Stuart Gilman se reuniu com representantes do governo em Brasília, Minas Gerais e Ceará além de visitar

programas anticorrupção nos dois estados.

Segundo ele, a implementação da Convenção da ONU é uma oportunidade de enfrentar a corrupção de maneira eficaz.

Para ele, nos dois anos desde a ratificação do instrumento pelo Brasil, foram registrados avanços vistos principalmente nos casos de corrupção denunciados e também no apoio fundamental da mídia”.

Stuart Gilman deve preparar um relatório de sua visita ao Brasil com recomendações sobre o assunto.