Serra Leoa vai às urnas para escolher novos presidente e Parlamento
BR

10 agosto 2007

Mais de 2 milhões de eleitores na Serra Leoa comparecem às urnas neste sábado, 11 de agosto, para escolher os novos presidente e Parlamento do país.

O representante do Secretário-Geral para a Serra Leoa, Victor Ângelo (foto), disse à Rádio ONU, da capital Freetown, que está otimista, mas também preocupado com o pleito.

“Encaramos as eleições do dia 11 com algum otimismo mas também com alguma preocupação porque, apesar de tudo, isto é um país que esteve muitos anos numa situação de guerra civil, numa situação de crise profunda. E é preciso que as eleições sejam credíveis para que a população reaja positivamente aos resultados das eleições”, afirma.

O leonês, Michael Doherty-Harding, que acompanhará a votação de Londres, onde vive, disse que mantém a esperança na democracia mas não espera grandes mudanças.

“Muitas promessas foram feitas pelos partidos, como sempre, mas, por causa de experiências passadas, infelizmente eu não acredito que essas eleições vão significar um novo começo de lutas contra os maiores problemas da Serra Leoa. Mesmo assim, eu espero que o país conquiste uma democracia estável”, disse.

Em 2002, as forças de paz das Nações Unidas entregaram a segurança à polícia nacional e às forças armadas do país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud