Chefe da OMS reúne-se com Lula para debater Cooperação Sul-Sul BR

Chefe da OMS reúne-se com Lula para debater Cooperação Sul-Sul

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, reuniu-se nesta segunda-feira com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para debater acordos de cooperação entre o Brasil e outros países em desenvolvimento.

Chan está acompanhada da diretora-geral da Organização Pan-Americana da Saúde, Mirta Roses, que contou à Rádio ONU, do Rio de Janeiro, alguns dos assuntos discutidos pela chefe da OMS com o presidente Lula.

“A criação da Unitaid, um novo mecanismo financeiro para facilitar o acesso das medicinas para os pobres e, em particular, o acordo que o Brasil, em colaboração com Cuba, está fazendo para produzir a vacina de meningite para a África Subsariana, que pode estar perto de um surto no próximo ano”, informou.

Antes de chegar a Brasília, Margaret Chan fez uma palestra na Fundação Oswaldo Cruz sobre a cooperação do Brasil com países de língua portuguesa na África.

O presidente da Fiocruz, Paulo Buss, disse que a OMS está apoiando o programa do governo brasileiro de facilitar professores de mestrado para estudantes de Angola e de Moçambique.

“Nós estamos abrindo uma escola de saúde pública, apoiando Angola e fazendo um mestrado lá. Não é um mestrado aqui para angolanos, mas sim um mestrado em que os brasileiros vão lá. Então, nós estamos formando os primeiros 32 professores lá em Angola. E em Moçambique, em março do próximo ano, nós vamos criar um curso de laboratório para saúde pública, com o Instituto Nacional de Saúde Pública de Moçambique”, disse.

A primeira visita oficial da chefe da OMS ao Brasil deve terminar nesta terça-feira.