Unaids condena violência contra portadores do HIV em Papua Nova-Guiné
BR

31 agosto 2007

A alta comissária para os Direitos Humanos da ONU, Louise Arbur, e o Programa das Nações Unidas sobre HIV/AIDS, Unaids, lançaram um comunicado conjunto expressando sua preocupação sobre as alegações de que pessoas infectadas com o virus HIV foram enterradas vivas em Papua Nova-Guiné.

Edoumou disse, que o Conselho dos Direitos Humanos apoia a decisão do governo de Papua Nova-Guiné de investigar os alegados crimes. Pediu também prioridade nas investigações e que os responsáveis sejam punidos.

Cerca de 57 mil pessoas, maiores de 15 anos, em Papua Nova-Guiné são infectadas com o HIV. Pelo menos 2000 novas infecçõs são reportadas a cada ano, desde 2002. Estas estatísticas são as piores da Oceania.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud