Nações Unidas preocupadas com absolvição em massa na RD Congo

Nações Unidas preocupadas com absolvição em massa na RD Congo

A alta-comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Louise Arbour (foto), disse que a absolvição em massa de um grupo de militares acusados de assassinatos, torturas e outros crimes, na República Democrática do Congo, é preocupante.

Arbour disse que espera que uma instância de apelação possa reverter o resultado.

E um tribunal belga, condenou a 20 anos de prisão, um ex-major do Exército de Ruanda pelo assassinato de 10 capacetes-azuis em 1994.

Os soldados das tropas de paz da ONU foram mortos durante o genocídio em Ruanda causado pelos conflitos étnicos entre tutsis e hutus.

O tribunal belga, no entanto, absolveu o major no caso de assassinato de um deputado ruandês, ocorrido na mesma época.