Unesco elogia ‘coragem’ de jornalista da BBC libertado

Unesco elogia ‘coragem’ de jornalista da BBC libertado

O diretor-geral da Unesco, Koïchiro Matsuura, expressou seu alívio após a libertação do jornalista da rede britânica BBC, Alan Johnston, após 114 dias em cativeiro.

O ex-correspondente da BBC foi seqüestrado em 12 de março em Gaza por militantes islâmicos do grupo Exército do Islã. Nesta entrevista à BBC, Johnston disse que o sonho de ser libertado, foi o que o manteve vivo.

O repórter contou que sonhou várias vezes que estava livre do cativeiro, mas que ao acordar, percebia se tratar apenas de um sonho.

O diretor-geral da Unesco disse ainda que Alan Johnston foi o que mais tempo passou em cativeiro em Gaza, e disse que a Autoridade Nacional Palestina deve agora levar os responsáveis pelo crime à justiça.

Na quarta-feira, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, emitiu uma nota manifestando alívio profundo pela libertação do repórter. Alan Johnston está a caminho da Grã-Bretanha, onde vive com a família.