Brasil perde R$ 300 bilhões por não investir mais na juventude BR

Brasil perde R$ 300 bilhões por não investir mais na juventude

Investimentos na criação de empregos para jovens brasileiros poderiam render R$ 300 bilhões de reais em uma geração, de acordo com um estudo lançado pelo Banco Mundial.

Zezé Weiss, gerente de Desenvolvimento Social e Sociedade Civil do Banco Mundial, comentou a realidade brasileira para a Rádio ONU.

“Nós estamos num momento em que a nossa juventude é o fator mais preponderante, porque dois terços do desemprego no Brasil é desemprego de jovens. Mais de três milhões de jovens em situação de risco absoluto. São números muito altos”, comentou.

A especialista do Banco Mundial também indicou o quanto o Brasil perde por não conseguir capitalizar a capacidade produtiva da juventude.

“O custo estimado de perda de uma geração - quando você não investe agora, você perde todo esse grupo de jovens, esse segmento da juventude - é o custo de oportunidade perdida. Se fossem feitos os investimentos necessários nesse segmento, o Brasil ganharia mais em competitividade, em produtividade, em educação, em saúde e em qualidade de vida, em torno de R$ 300 bilhões nos próximos anos”, disse.