Agências da ONU pedem ação contra pirataria na costa da Somália

Agências da ONU pedem ação contra pirataria na costa da Somália

Organização Marítima Internacional, OMI, e o Programa Mundial de Alimentos, PMA, duas agências da ONU, lançaram um apelo para que a comunidade internacional intervenha a fim de acabar com a atividade de piratas no litoral da Somália.

Só em 2006, foram registrados 15 incidentes, mas estimativas oficiais são que tenham ocorrido pelo menos 30, incluindo o roubo de dois navios do Programa Mundial de Alimentos.

Os navios ficaram detidos por 45 dias, impedindo a atuação do PMA, que provê alimentação para um milhão de pessoas na Somália.

A OMI indicou ter solicitado ao Conselho de Segurança da ONU que pressione o governo provisório da Somália no sentido de permitir a entrada de navios de marinhas estrangeiras em suas águas territoriais, para que possam combater os piratas.