Ecosoc quer mais apoio ao desenvolvimento de Guiné-Bissau e Haiti

20 julho 2007

O Conselho Económico e Social da Nações Unidas, Ecosoc, pediu o engajamento da comunidade internacional para ajudar a Guiné-Bissau na consolidação de conquistas feitas no período pós-conflito.

Montas disse que durante a reunião do Ecosoc, os delegados constataram que o governo da Guiné-Bissau continua a enfrentar grandes problemas sócio-económicos.

Ela acrescentou que de acordo com o relatório apresentado, os desafios que o país enfrenta devem ser resolvidos com urgência para evitar novos conflitos violentos.

Na sessão desta sexta-feira foi ainda analisada a situação do Haiti.

Os participantes concluíram que os progressos conseguidos no país caribenho são modestos, mas encorajadores. Eles pediram aos parceiros de desenvolvimento do Haiti que façam esforços adicionais para ajudar o desenvolvimento do território.

Segundo o Ecosoc, é necessário que se encontre soluções rápidas para problemas que o país enfrenta como desemprego, falta de infra-estruturas, carência de água, entre outros.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud