Conselho de Segurança reúne-se para consultas sobre Eritreia e Etiópia

Conselho de Segurança reúne-se para consultas sobre Eritreia e Etiópia

O Conselho de Segurança reuniu-se nesta terça-feira para consultas sobre o processo de paz e as actividades da Missão das Nações Unidas para Eritreia e Etiópia, Unmee.

Ban Ki-moon afirmou que a Unmee tem registado nos últimos meses movimentação de militares da Eritreia na área, assim como operações em larga escala de treinos realizados por tropas da Etiópia.

Ele destacou que ambos os lados têm imposto restrições temporárias às operações da Missão da ONU.

No seu relatório, Ban Ki-moon se referiu ainda a ameaça que as minas anti-pessoais continuam a representar para as populações que vivem na região.

Uma representante do programa de desminagem da Unmee, Daniela Silva, disse à Rádio ONU, da Eritreia, que com a aproximação da época das chuvas as operações de desminagem ficam mais difíceis.

“O clima, nomeadamente as chuvas - nesta altura do ano nós estamos com altas temporadas de chuva -, não só impede a produtividade operacional do programa, mas também a própria deslocação das minas, portanto uma de migração das minas. Acima disso, temos também as demais restrições com os movimentos interno e externo que nos é, por vezes, colocado”, explicou.

Ainda nesta terça-feira, a alta-comissária das Nações Unidas para Direitos Humanos, Louise Arbour, elogiou a libertação e perdão concedido pelo governo da Etiópia a 38 líderes políticos e activistas.

Ela lembrou que outras 67 pessoas estão acusadas em processos semelhantes e pediu às autoridades etíopes a realização de julgamentos justos e dentro das normas internacionais para os casos pendentes.