Cepal divulga estimativas de crescimento na América Latina
BR

26 julho 2007

A Comissão Econômica para América Latina e Caribe, Cepal, divulgou nesta quinta-feira, em Santiago do Chile, o Estudo Econômico da América Latina e Caribe.

Nesta entrevista à Rádio ONU, o diretor de Cepal no Brasil, Renato Baumann (foto), disse que a região tem crescido nos últimos anos.

“Historicamente sempre se observou que nos períodos em que as economias da América Latina crescem, sempre se teve um déficit entre ações correntes, sempre se usou poupança externa para financiar esse crescimento e pela primeira vez nos últimos anos nós estamos vendo uma associação positiva”, disse.

Baumann disse também que desde 2000, o Brasil tem registrado melhorias na distribuição de renda, e explica o porquê.

“Tem a ver com o aumento do emprego formal nos últimos anos, a contribuição da previdência rural, os programas de assistência social, como por exemplo, Bolsa Família etc. E que tem dado um poder de compra importante aos estratos mais baixos da população. O ritmo de crescimento, os analistas falam, que este ano, deva ser na ordem entre 4% e 4,5 %. Esse ritmo de crescimento é um obviamente bem mais simpático do que se observou nos últimos anos, mas ele acende uma luz amarela da sustentabilidade”, afirmou.

O estudo econômico da Cepal é lançado todos os anos desde 1948.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud