Arbour parabeniza Ruanda por abolição da pena de morte BR

Arbour parabeniza Ruanda por abolição da pena de morte

A Alta-Comissária de Direitos Humanos das Nações Unidas, Louise Arbour (foto), parabenizou nesta sexta-feira a decisão do governo de Ruanda de abolir a pena de morte no país.

Diaz disse que para Arbour a abolição da pena de morte em Ruanda envia uma forte mensagem por se tratar de um país afetado com os piores crimes contra a humanidade.

Ela afirmou que apesar da sede de Justiça que ainda existe no país africano, Ruanda deu um exemplo ao eliminar a pena capital, que segundo ela não deve existir em nenhuma sociedade.

De acordo com o Alto-Comissariado de Direitos Humanos da ONU, a decisão poderá favorecer a extradição para Ruanda de pessoas acusadas por crimes de genocídio de modo que sejam julgadas nos tribunais do país.

Em 1994, cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram mortos no pior genocídio da história de Ruanda.